18.12.08

"Dance monkeys dance"

De uns tempos pra cá venho pensando cada vez mais a que viemos, mais especificamente a que EU vim, não tenho grandes planos, mesmo porque não sei e não gosto muito de planejar demais...
Daqui a um ano eu vou me formar, e as vezes me pego pensando o que eu vou me tornar, no que eu posso contribuir para os que estão comigo, ou mesmo os que não estão.
A pergunta a se fazer e que não sei se tem uma resposta é a seguinte:
Em que eu/nós podemos contribuir?!
O assunto é abstrato, rende conversa, e pode não chegar a nenhuma resposta concreta, mas acho que vale a reflexão que afinal de contas sempre enriquece :-D.
O vídeo abaixo faz um pouquinho disso, nos faz refletir, é um vídeo bem humorado mas que não deixa de lado uma crítica interessante de ser analisada.

Dance monkeys dance


Um grande abraço a todos!

5 comentários:

Doris disse...

Penso nisso constantemente.. pra que estou nesse mundo? Algum motivo deve haver! Escolhi a profissão em que vou me formar, daqui a um ano também, pensando nisso também.. em poder contribuir com alguém. Concordo que a reflexão enriquece e muito, já é um passo para a ação. Afinal, a mudança deve ocorrer de dentro para fora.
Belo post.
Abraços

Thiago Leite disse...

É muito comum esse questionamento. E o melhor a se fazer é se perguntar: "O que tenho eu que posso dar ao mundo?"

Igor disse...

uauhauh
mt fera o esquema dos macacos Samuel..
e intrigante tbm viu!
te falar q esta é uma das minhas maiores dúvidas kara.. será q o ser humano é realmente um ser à parte?
digo por conta daquela questão da quântica msm... deve ser uma característica da inteligência, então q somos diferentes das pedras eu já sei..
mas dos animais, será q só diferimos pela quantidade de inteligência ou existe um abismo tão grande q somos realmente algo diferente?
huhahua
complicado d+ viu..
vou refletir mais sobre isso, e retribuir sua referencia à Nebulosa..
parece q trouxe bons espíritos =)

Abraços!!

Tsuki no Kangae disse...

Da mesma forma que você, ano que vem eu também me formo, hehe, já me fiz essa pergunta. E cheguei a conclusão que eu não quero pensar nisso, acho que só de estarmos preocupados em contribuir de alguma forma já é uma contribuição.
Poderíamos simplesmente formar e começar a trabalhar e ganhar o nosso dinheirinho e tornar a nossa vida rotineira e esquecer, por que realmente nós formamos.
Acredito que formamos para sermos bons profissionais, mas além disso uma massa pensante que questiona e que contesta.
Para mim essa é uma pequena contribuição, pois a grande contribuição estão nas ações.
Acho que você na precisa se preocupar com o " como ", é só não deixar acomodar, é ter uma natureza inquieta.

Chandra, Juliana

Rosi disse...

Assunto pra horas e horas de conversa...
Sabe que eu sempre me pergunto essas coisas...A que a gente veio?qual o nosso papel aqui?...
Ontem eu tava pensando em como é complicado esse lance de "viver" e eu acho que o segredo é a gente fazer a nossa vida parecer o máximo com a gente mesmo sabe, SER E ESTAR... colocar a nossa cara nas coisas que a gente faz, extrair o máximo...acho que isso é uma contribuição...
Um bjo grande Samuca,muito bom saber seu "endereço" pra poder fazer visitas rotineiras...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...